Estilo Nacional desenvolve projetos de restauração em Parnaíba-PI

Porto das Barcas – Parnaíba-PI

A Estilo Nacional venceu concorrência da Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Piauí (IPHAN-PI) para elaboração de projetos de restauração de três templos religiosos localizados na cidade de Parnaíba-PI: Catedral de Nossa Senhora da Graça (incluíndo seus elementos Artísticos Integrados), Igreja de Nossa do Rosário e Capela de Nossa Senhora de Montserrat. Os projetos, que integram as ações do PAC Cidades Históricas do Governo Federal, contemplam a segunda maior cidade do estado, localizada no litoral piauiense, fundada no início do século XVIII e dotada de um Conjunto Histórico e Paisagístico tombado em nível federal pelo IPHAN.

Catedral de Nossa Senhora da Graça

Catedral de Nossa Senhora das Graças – Parnaíba-PI

Atribui-se o início da construção da Igreja ao ano de 1770, data inscrita no frontão do templo. O bem possui traços estilísticos que o aproximam da escola neoclássica, refletidos na sobriedade compositiva de ornatos e tratamentos de cantarias do frontispício. Seus principais benfeitores foram os Dias da Silva, responsáveis pela execução da Capela do Santíssimo Sacramento, onde estão as lápides da família. A Matriz de Parnaíba passou por intervenções descaracterizantes ao longo do tempo, entretanto, guarda a essência arquitetônica das igrejas do século XVIII, além do rico acervo de bens artísticos integrados.

Elementos Artísticos Integrados da Catedral de Nossa Senhora da Graça

Elementos Artísticos Integrados da Catedral de Nossa Senhora das Graças – Parnaíba-PI

Os elementos contemplados no projeto são: Retábulo de Nossa Senhora da Graça (Retábulo-Mor), Retábulo do Santíssimo Sacramento, Retábulo de Nosso Senhor dos Passos, Retábulo do Sagrado Coração de Jesus, Cancelões da Capela do Santíssimo Sacramento, Painel de Azulejaria da Capela do Santíssimo Sacramento, Lápides da Capela do Santíssimo Sacramento, Pia Batismal e Lavatório.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário

Igreja de Nossa Senhora do Rosário – Parnaíba-PI

A construção de um templo dedicado a Nossa Senhora do Rosário é atribuída no final do século XVIII. Domingos Dias da Silva é apontado como seu benfeitor, tendo erguido o templo para seus escravos em um local onde originalmente teria existido uma senzala. A edificação possui traços estilísticos da tipologia eclética, com alguns elementos góticos. O frontão triangular reflete sua sobriedade e simplicidade compositiva, característica também encontrada no interior de seu corpo principal, sem grande ornamentação. A igreja passou por intervenções descaracterizantes ao longo do tempo, entretanto, guarda a essência arquitetônica das igrejas do final do século XVIII.

Capela de Nossa Senhora de Montserrat

Capela de Nossa Senhora de Montserrat – Parnaíba-PI

A história da capela de Nossa Senhora de Montserrat está ligada à fundação de Parnaíba e antes mesmo da criação da vila, já existiam indícios da existência da mesma localizada próxima ao Porto das Barcas. A data atribuída à construção é 1711, também constante em inscrição localizada em sua fachada frontal. A edificação teve outros usos além do eclesiástico, já foi até mesmo propriedade de terceiros, e em 1990 retorna à Igreja através de doação. A ela é atribuído o título de “Mais antiga do Norte do Piauí”. A ermida, também conhecida como Capela Senhor dos Passos, passou por intervenções descaracterizantes ao longo do tempo, entretanto, guarda a essência arquitetônica das típicas capelas e passos do século XVIII.