Pesquisa sobre a história e conformação da Capoeira no Estado de Sergipe

Pesquisa Sobre a História e Conformação da Capoeira no Estado de Sergipe

A Estilo Nacional foi contratada para desenvolver pesquisa sobre a história e a conformação atual da Capoeira no estado de Sergipe, paralelo à mobilização dos mestres, grupos e/ou praticantes dessa dança-jogo-luta. A concorrência foi organizada pela Superintendência Estadual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-SE).

A capoeira é uma prática cultural que se define de maneira bastante ampla e diversa. Pode ser compreendida como luta, jogo, dança, brincadeira, ritual, entre outras definições. Suas origens remetem ao sec. XVIII, como uma das importantes formas de resistência dos negros africanos à escravidão no Brasil.

Dentro do universo da cultura afro-brasileira a capoeira apresenta várias semelhanças com outras práticas culturais nos seus elementos simbólicos e rituais como a estrutura da roda, a relação de hierarquia entre mestres e demais integrantes, sua relação com o universo religioso afro-brasileiro, conforme podemos perceber também nas práticas do Ofício de Baiana de Acarajé, do Samba de Roda do Recôncavo Baiano, do Jongo do Sudeste, das matrizes do samba no Rio de Janeiro, do Tambor de Crioula do Maranhão, e em certa medida do Frevo, práticas estas que já foram devidamente reconhecidos pelo IPHAN como Patrimônio Cultural do Brasil.

A Capoeira está presente em todos os estados brasileiros e se apresenta em diversas variações e modalidades como capoeira angola, regional, contemporânea e outras. Assim como também já está estabelecida em mais 150 países do mundo.