Projeto de Restauração dos Elementos Artísticos da Matriz de São Gonçalo do Amarante, São Gonçalo do Rio Abaixo-MG

Vista geral dos elementos artísticos integrados da Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante, localizada no município de São Gonçalo do Rio Abaixo-MG

O projeto para o restauro dos elementos artísticos integrados da Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante, localizada na Praça da Matriz em São Gonçalo do Rio Abaixo-MG, foi elaborado pela Estilo Nacional após a mesma vencer processo licitatório da prefeitura do município.

A Igreja Matriz e seus elementos integrados consistem em uma obra de destacada importância em São Gonçalo, uma vez que as origens do templo religioso remontam à formação da cidade. Havia anteriormente uma antiga capela na localidade que, por estar situada em área inapropriada, originou a demanda de construção do novo templo acompanhando as tendências de urbanização observadas na década de 1730 em Minas Gerais.

A Matriz tem seus espaços definidos por duas seções de forma retangular: uma correspondente à nave, que se alarga nos flancos da fachada principal pelas torres laterais; e outra correspondente à capela-mor e corredores laterais de acesso à sacristia. No interior da igreja, a nave direciona o olhar do observador ao arco-cruzeiro. Possui o forro da capela-mor em madeira, com pintura em perspectiva ilusionista no estilo rococó destacando ao centro medalhão representativo da Santíssima Trindade. Apresenta ainda retábulos em estilo rococó e neoclássico. As esculturas encontradas são atribuídas ao entalhador Francisco Vieira Servas e estima-se que as pinturas sejam de autoria de Mestre Ataíde.

O trabalho seguiu as orientações do Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA-MG) e foi norteado pelos conceitos de reversibilidade, compatibilidade e distinguibilidade. Contemplou intervenções no forro da capela-mor, forro da nave, retábulos-mor, colaterais e laterais, púlpitos, arco-cruzeiro e tarja, além da pia batismal, tendo por objetivo o resgate de suas características originais, quando possível, e o tratamento dos elementos danificados pela ação de insetos xilófagos, pela umidade e dos desgastes causados pela ação do tempo.

EQUIPE:
Diretores: Arqtª. Marílis Mendes e Arqtº Eduardo Alvim.
Conservadora e Restauradora de Bens Móveis: Tainá de Keller e Costa
Historiadora: Mariana Bracarense
Arquiteto e Urbanista: Edilson Borges
Orçamentista: Eng. Patrícia Rodrigues
Estagiária: Patrícia Roiko

CONTRATANTE:
Município de São Gonçalo do Rio Abaixo-MG

ANO DO PROJETO:
2013/2014